Bateu Djokovic, Nadal e Zverev para ganhar o Masters de Madrid, subiu ao sexto lugar do ranking e é provavelmente o jogador em melhor forma do circuito. Carlos Alcaraz tem espantado o mundo do ténis, ele que festejou nos últimos dias apenas 19 primaveras.

Agora já é visto como um dos favoritos para ganhar o torneio de Roland Garros. "Claro que é um objetivo. Ganhar aqui [Em Madrid] deu-me muita confiança e o meu objetivo é ganhar um Grand Slam este ano e espero que seja em Paris", começou por dizer o jovem tenista em declarações à Marca.

Colocado num pedestal e elogiado por Zverev após a final em Madrid, Alcaraz prefere colocar água na fervura e sublinhar que ainda não é o melhor do mundo. "Não penso que sou o melhor [Como afirmou Zverev]. Para mim o melhor do mundo é quem está em número um. Agora está Djokovic e eu estou em sexto, e preciso de ultrapassar cinco no ranking para ser o melhor", disse.

"Estou a conseguir fazer as coisas rápido, mas ainda tenho jogadores à minha frente, torneio para ganhar. Ainda tenho bastantes coisas para viver e ainda não empatei com ninguém", prosseguiu.

Sobre o sonho de ganhar todos os torneios do Grand Slam: "Quando era pequeno via-me a ganhar Roland Garros. Agora já joguei os quatro e foi espectacular. Gosto do Wimbledon pela essência que tem e pela elegância do torneio. Em Nova Iorque [US Open] cheguei aos meus primeiros quartos de final. Foi super especial. Não posso dizer que gostaria de ganhar mais um do que o outro. Quero ganhá-los todos."

Ainda assim, Alcaraz não esconde que o objetivo é chegar a número um do mundo. "Sou um rapaz que tem claros os seus objetivos que é ser número um do mundo, mas sei que tenho que trabalhar para conseguir concretizar o meu sonho."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.