O tenista sérvio Novak Djokovic, líder da hierarquia mundial, doou 40.000 euros a um hospital de Novi Pazar, no sudoeste da Sérvia, para apoiar a luta contra o coronavírus, indicou hoje a agência de notícias Tanjug.

De acordo com um médico do hospital, a doação será utilizada na aquisição de equipamentos de proteção, equipamentos médicos e medicamentos.

Na semana passada, Djokovic testou positivo à covid-19, depois de ter participado no torneio de exibição Adria Tour, que o próprio organizou.

Além de Djokovic, também testaram positivo a sua mulher, Jelena, outros três tenistas e dois preparadores físicos.

De acordo com a imprensa sérvia, o líder do ténis mundial, que já admitiu ter errado ao organizar o Adria Tour, deverá realizar um segundo teste nos próximos dias.

No final de março, Djokovic dou um milhão de euros às autoridades de saúde da Sérvia e em meados de abril realizou uma "doação significativa" a um hospital em Bérgamo, uma das regiões italianas mais afetadas pelo novo coronavírus.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 512 mil mortos e infetou mais de 10,56 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.