O ex-tenista croata Goran Ivanisevic, treinador do sérvio Novak Djokovic, número um do ‘ranking’ ATP, revelou hoje ter testado negativo à covid-19, três semanas após ter sido infetado e submetido a quarentena.

“Finalmente negativo e a liberdade após três semanas de isolamento. Depois de dois testes negativos e dois positivos, o meu favorito chegou, o quinto ‘set’. E vocês sabem que sempre fui duro no quinto”, escreveu Ivanisevic na sua conta no Instagram.

Ivanisevic, de 48 anos, vencedor de Wimbledon em 2001, foi infetado durante o controverso torneio de solidariedade Adria Tour, organizado por Djokovic, em que vários jogadores e treinadores acusaram positivo, incluindo o número um mundial.

O torneio, fortemente criticado por ignorar as medidas de precaução à covid-19, foi disputado em Belgrado, em 13 e 14 de junho, e depois em Zadar, em 20 e 21, perante milhares de espectadores, sem a distância física necessária para evitar a infeção.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.