Um tenista testou hoje positivo para covid-19 no US Open, pelo que foi retirado do quadro competitivo do torneio norte-americano.

A organização não revelou a sua identidade, contudo o jornal francês L’Equipe noticiou que se trata do gaulês Benoit Paire, 22.º do 'ranking' mundial e 17.º cabeça de série e que se deveria estrear na terça-feira frente ao polaco Kamil Majchrzak, 108.º do 'ranking'.

Paire vai ficar em confinamento no hotel, evitando todo o tipo de contacto com outros atletas ou 'staff' do torneio que decorre em Flushing Meadows.

O francês jogou o ATP 1000 de Cincinnati, que terminou no domingo neste mesmo complexo, com triunfo do sérvio Novak Djokovic, desistindo no jogo com Borna Coric, queixando-se de dores de estômago, numa altura em que estava em clara desvantagem.

Este é o primeiro caso de um tenista privado de disputar o Open dos Estados Unidos devido a covid-19.

Devido aos riscos inerentes à pandemia, atletas como Rafael Nadal, segundo do 'ranking' mundial, ou Roger Federer, quarto, optaram por não disputar o torneio.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.