O dia de hoje do Estoril Open em ténis é reservado a grandes decisões, com a final feminina, a definição dos dois semifinalistas masculinos que se juntam a Juan Martin del Potro e a Pablo Cuevas e depois com o apuramento dos dois finalistas.

Depois de o argentino Del Potro ter afastado o sueco Robin Soderling, principal favorito, e de o uruguaio Cuevas, “outsider” que afastou o brasileiro Thomaz Belucci, terem garantido a passagem às meias-finais numa sexta-feira chuvosa, hoje é a vez de Fernando Verdasco e Kevin Anderson e de Milos Raonic e Gilles Simon jogarem as cartadas decisivas.

Os dois encontros que completam os quartos de final e que estão programados para as 12h00 foram suspensos na sexta-feira devido à falta de luz natural. O sul-africano Anderson está a vencer o espanhol Verdasco, segundo cabeça de série, por 7-6 (7-2), enquanto Simon tem vantagem por 6-5 sobre Raonic.

Depois de definidos os semifinalistas, os dois encontros da tarde permitirão saber quem sucederá a Frederico Gil e a Albert Montañes, finalistas no ano passado.

Na competição feminina, a final de singulares terá frente a frente duas veteranas, a alemã Kristina Barrois e a espanhola Anabel Medina Garrigues.
Barrois, que venceu a sueca Johanna Larsson por 7-6 (7-2) e 6-4, apenas soma uma final do circuito principal, no torneio francês de Estrasburgo, em 2010, e Garrigues tem nove títulos no circuito, todos em terra batida.

A espanhola, pela quarta vez no Estoril Open, está a uma vitória da norte-americana Venus Williams (a jogadora no activo com mais troféus neste piso), após o triunfo sobre a romena Mónica Niculescu, por 6-1 e 6-3.

O dia de hoje do Estoril Open em ténis é reservado a grandes decisões, com a final feminina, a definição dos dois semifinalistas masculinos que se juntam a Juan Martin del Potro e a Pablo Cuevas e depois com o apuramento dos dois finalistas.

Depois de o argentino Del Potro ter afastado o sueco Robin Soderling, principal favorito, e de o uruguaio Cuevas, “outsider” que afastou o brasileiro Thomaz Belucci, terem garantido a passagem às meias-finais numa sexta-feira chuvosa, hoje é a vez de Fernando Verdasco e Kevin Anderson e de Milos Raonic e Gilles Simon jogarem as cartadas decisivas.

Os dois encontros que completam os quartos de final e que estão programados para as 12:00 foram suspensos na sexta-feira devido à falta de luz natural. O sula-fricano Anderson está a vencer o espanhol Verdasco, segundo cabeça de série, por 7-6 (7-2), enquanto Simon tem vantagem por 6-5 sobre Raonic.

Depois de definidos os semifinalistas, os dois encontros da tarde permitirão saber quem sucederá a Frederico Gil e a Albert Montañes, finalistas no ano passado.

Na competição feminina, a final de singulares terá frente a frente duas veteranas, a alemã Kristina Barrois e a espanhola Anabel Medina Garrigues.
Barrois, que venceu a sueca Johanna Larsson por 7-6 (7-2) e 6-4, apenas soma uma final do circuito principal, no torneio francês de Estrasburgo, em 2010, e Garrigues tem nove títulos no circuito, todos em terra batida.

A espanhola, pela quarta vez no Estoril Open, está a uma vitória da norte-americana Venus Williams (a jogadora no ativo com mais troféus neste piso), após o triunfo sobre a romena Mónica Niculescu, por 6-1 e 6-3.

Veja aqui o Especial Estoril Open.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.