O quinto dia do Open dos Estados Unidos consagrou João Sousa, o segundo tenista português a atingir a terceira ronda de um Grand Slam, e afastou um dos campeões em prova, o argentino Juan Martin del Potro.

No embate da prematura segunda ronda que juntava dois campeões do quarto e último “major” da temporada, o australiano Lleyton Hewitt, vencedor da edição de 2001 (e finalista de 2004), afastou o sul-americano após uma maratona de cinco “sets”.

Ao fim de pouco mais de quatro horas, Hewitt bateu Del Potro, sexto favorito nos Estados Unidos e bicampeão do Portugal Open (2011 e 2012), pelos parciais de 6-4, 5-7, 3-6, 7-6 (7-2) e 6-1.

Antes da dobragem para a segunda metade da jornada de sexta-feira, o campeão em título, o britânico Andy Murray, garantiu uma das vagas na terceira ronda depois de vencer o argentino Leonard Mayer por 7-5, 6-1, 3-6 e 6-1.

Já no final do programa, a campeã do quadro feminino, a norte-americana Serena Williams, que corre para o quinto troféu no US Open (17.º num Grand Slam), apurou-se facilmente para a quarta eliminatória, após um triunfo simples sobre a cazaque Yaroslava Shvedova, por 6-3 e 6-1.

Na próxima ronda, Williams voltará a cruzar-se com a compatriota Sloane Stephens, que eliminou inesperadamente a líder do “ranking” mundial nos quartos-de-final do primeiro Grand Slam da época, na Austrália.

Na primeira metade da jornada, João Sousa fez história, ao tornar-se no primeiro português a atingir a terceira ronda do Open dos Estados Unidos, na qual vai encontrar o número um mundial, o sérvio Novak Djokovic.

João Sousa igualou também o feito de Frederico Gil, que até sexta-feira era o único português que tinha chegado à mesma etapa de um Grand Slam, na edição de 2012 do Open da Austrália.

O número um nacional e 95.º do Mundo derrotou o finlandês Jarkko Nieminen, 41.º, por 1-6, 6-3, 3-6, 6-3, 6-4, em 2:54 horas, qualificando-se pela primeira vez para uma terceira ronda de um torneio do Grand Slam, depois de esta temporada ter estado nas segundas rondas do Open da Austrália e de Roland Garros.

O próximo adversário do português é Djokovic, finalista vencido em 2012, que hoje sofreu um pequeno susto no primeiro parcial do embate com o alemão Benjamin Becker, ao salvar dois pontos de “set”, acabando por vencer por 7-6 (7-2), 6-2, 6-2.

No quadro feminino, a polaca Agnieszka Radwanska, terceira cabeça de série, e a chinesa Na Li, quinta, garantiram a presença nos oitavos de final, ao derrotarem a russa Anastasia Pavlyuchenkova, 32.ª, por 6-4, 7-6 (7-1), e a britânica Laura Robson, 30.ª, por 6-2, 7-5, respetivamente.

Uma das surpresas da ronda acabou por ser a derrota da alemã Sabine Lisicki, 16.ª pré-designada e finalista em Wimbledon, às mãos da russa Ekaterina Makarova, 24.ª, por 6-4, 7-5.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.