O número um mundial, Novak Djokovic, derrotou hoje nas meias-finais o espanhol Rafael Nadal, 13 vezes campeão de Roland Garros, e garantiu o regresso à final do segundo ‘major’ da temporada, que venceu em 2016.

Num duelo muito intenso que se prologou durante quatro horas e 11 minutos, o sérvio, de 34 anos, conseguiu levar a melhor diante o esquerdino de Manacor, número três do mundo, em quatro equilibrados ‘sets’, com os parciais de 3-6, 6-3, 7-6 e 6-2, em quatro horas e 11 minutos.

Naquela que será a sua sexta final na ‘catedral’ da terra batida, Novak Djokovic vai lutar pelo segundo troféu em Paris e 18.º major da carreira ante o grego Stefanos Tsiptsipas, que se vai estrear numa final de um torneio do Grand Slam.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.