Carla Suarez Navarro não disfarçou a tristeza por mais uma derrota na final do Portugal Open, desta feita aos pés da russa Anastasia Pavlyuchenkova.

Na conferência de imprensa, a tenista espanhola lamentou o desaire, sobretudo quando deixou escapar o triunfo no primeiro 'set'. «Foi uma grande semana e chegar à final já é complicado, mas é verdade que hoje estou um pouco triste. Chegar à final e não ganhar ainda… é triste», começou por dizer Navarro, sublinhando também o mérito da sua adversária: «Ela é uma jogadora muito complicada, foi um jogo difícil. Ela esteve sempre a atacar. No final do primeiro ‘set’ ela acabou por jogar muito bem e a mim pesou-me um bocado não ter aproveitado os ‘set point’ que tive.»

Apesar das duas derrotas em finais do maior torneio português de ténis, Carla Suarez Navarro não vai desistir e confessou ter o regresso a Portugal nos seus planos. «O Estoril [agora designado Portugal Open] é um torneio que eu gosto muito. Aqui sinto-me bem e está perto de casa. Gostava de vir para o ano para ver se é desta que ganho o título.»

Carla Suarez Navarro perdeu este sábado a final do quadro feminino do Portugal Open perante a russa Anastasia Pavlyuchenkova, por 7-5 e 6-2.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.