Juntos conquistaram 66 dos últimos 76 títulos do Grand Slam. Em tempos apelidados de 'Big 4', Roger Federer, Rafael Nadal, Novak Djokovic e Andy Murray vão, todos eles, integrar a equipa da Europa na próxima edição da Laver Cup (uma competição à imagem da Ryder Cup em golfe que, no caso do ténis, coloca frente a frente uma seleção da Europa a outra do Resto do Mundo).

Djokovic confirmou que se vai juntar às outras três lendas da sua geração numa autêntica 'equipa de sonho' na competição que decorrerá em Londres.

Para além de, entre si, totalizarem 66 títulos do Grand Slams, há 18 anos que é sempre um deles a terminar no topo do ranking ATP.

Embora, atualmente, apenas Djokovic e Nadal permanecem ainda no auge das suas capacidades, a possiblidade de voltar a ver os quatro em ação no mesmo palco está a entusiasmar os fãs da modalidade e o próprio Djokovic, acabado de vencer mais uma edição de Wimbledon, que competiu pela última vez na Laver Cup em 2018, mostrou-se entusiasmado por voltar a disputar essa competição.

"Estou muito feliz por me juntar novamente ao Team Europe novamente para a Laver Cup na O2 Arena de Londres em setembro", disse. "É a única competição em que posso jogar em equipa ao lado de jogadores contra quem normalmente compito, como o Rafa, o Roger e Andy, três dos meus maiores rivais de todos os tempos. Será um momento verdadeiramente único na história do nosso desporto", acrescentou o sérvio.

A presença dos quatro astros está mesmo confirmada num 'Team Europe' que venceu todas as anteriores quatro edições da Laver Cup, onde seis dos melhores jogadores da Europa enfrentam seis dos melhores do resto do mundo ao longo de três dias.

O capitão da Europa, Bjorn Borg, também não esconde a sua alegria por poder reunir aquelas quatro lendas para o torneio.

"Acho que não imaginava poder ter esses quatro ícones juntos. Eu sei que eles, como eu, percebem o significado deste momento e estão dispostos a isso. A cada ano nosso objetivo é vencer. Com Rafa, Roger, Andy e Novak na equipa, creio que as nossas hipóteses são boas", disse.

Quanto ao capitão da equipa do Resto do Mundo, John McEnroe, tem três vagas em aberto na sua equipe, estando apenas confirmada a presença de Felix Auger-Aliassime, de Taylor Fritz e do argentino Diego Schwartzman.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.