Roger Federer tem muito em jogo na final deste domingo do Masters 1000 de Madrid, onde terá como opositor o checo Tomas Berdych, que já derrotou o suíço em Wimbledon (2010) e nos Jogos Olímpicos de Atenas (2004).
Caso Roger Federer vença o número 7 do ranking ATP, o helvético roubará o lugar do espanhol Rafa Nadal, atua número dois, que caiu nos oitavos de final do torneio espanhol, onde defendia o título de campeão.
O tenista suíço, que já venceu por duas vezes o torneio madrileno em 2006 e 2009, poderá ficar também mais perto de concretizar o seu sonho desta temporada, regressar ao topo do ranking, onde mora o sérvio Djokovic.
«Vai ser muito difícil. Berdych joga muito bem e representa uma forte ameaça. Ele já me derrotou por duas vezes e essas derrotas estão presentes no meu espírito», disse o suíço de 30 anos depois de ter vencido Tipsarevic na meia-final por 6-2 e 6-3.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.