Foi com um duplo sentimento de satisfação que David Ferrer se apresentou na conferência de imprensa após o triunfo sobre Andreas Seppi, que lhe valeu o apuramento para a final do Portugal Open.

Além da presença inédita no jogo do título, o tenista espanhol exultou com a sua subida de rendimento. «Oxalá soubesse que ia ganhar amanhã. Estou contente por estar pela primeira vez na minha carreira na final aqui no Portugal Open e foi sem dúvida o meu melhor jogo da semana. Não comecei muito bem aqui, mas hoje fiz um encontro muito bom», disse o número quatro do ranking mundial.

O experiente jogador de 31 anos fez também de imediato a antevisão da final com o suíço Stanislas Wawrinka, com quem até treinou no primeiro dia em que chegou ao Jamor. «É muito diferente jogar e treinar. Amanhã vai ser um duelo muito difícil e terei de jogar o meu melhor ténis para o vencer», resumiu. 

David Ferrer mede forças com Stanislas Wawrinka este domingo na final do quadro masculino de singulares a partir das 15h30.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.