Frederico Gil foi hoje eliminado na segunda ronda “challenger” BVA Open em ténis, a decorrer em São José do Rio Preto, Brasil, ao perder com o argentino Eduardo Schwank, pelos parciais de 6-3, 1-6 e 6-4.

Gil, 98.º do “ranking” mundial, perdeu com o 164.º da tabela ATP, falhando assim a passagem aos quartos de final do “challenger”, dotado com 50 mil dólares em prémios monetários.

«A chave do jogo foram as entradas nos primeiro e terceiro sets. Estive a perder por 0-4 no início, onde podia ter entrado mais sólido, mais agressivo e procurar mais o ponto, mas acabei por cometer erros. Aconteceu-me o mesmo no terceiro, depois de ter feito um bom segundo ‘set’. Entrei a perder por 0-2, recuperei para 4-4, mas sofri um ‘break’ no último jogo», comentou Frederico Gil, citado pela sua assessoria de imprensa.

O jogador português comentou também o início da colaboração com o treinador português António Van Grichen: «Tenho trabalhado mais no serviço, lançando a bola mais alto e a utilizar mais o corpo, mas estas alterações ainda não estão consolidadas».

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.