O tenista português, 269.º do ‘ranking’ mundial, cedeu o primeiro parcial ao brasileiro Júlio Silva, quarto cabeça de série e 211.º da hierarquia ATP, por 6-2, e no seguinte estava com um “break” de desvantagem, 4-2, quando abandonou a partida.

Os motivos da desistência do jogador orientado pelo brasileiro Jaime Oncins não são conhecidos, de acordo com o sítio oficial da Federação Portuguesa de Ténis.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.