O tenista Gastão Elias mostrou-se hoje satisfeito pela confirmação do Estoril Open, mas lamentou não poder voltar a jogar no Centralito, o ‘court’ que era a casa dos portugueses no Complexo do Jamor.

“Acho interessante a ideia. Acredito que vá ser bem organizado e que seja tão bom ou melhor do que o Jamor. Fico com alguma pena de não poder voltar a jogar no Centralito, mas acredito que o Estoril vá ter outras coisas que talvez o Jamor não tivesse”, destacou à agência Lusa, desde Dallas, nos Estados Unidos, onde se encontra a disputar um ‘challenger’.

O número dois nacional vai esperar para ver como vai ficar o novo Estoril Open, que hoje foi confirmado pela Câmara Municipal de Cascais no Clube de Ténis do Estoril, mas vê a nova alternativa com bons olhos.

Segundo a Câmara Municipal de Cascais, a 26.ª edição do torneio português, que esteve em risco de não se realizar, será apresentada quinta-feira, pelas 17h00, em Cascais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.