Frederico Gil, com o espanhol Fernando Verdasco, e João Sousa, com o canadiano Milos Raonic, discutem hoje a passagem aos quartos de final do Estoril Open em ténis, que decorre no complexo do Jamor, em Oeiras, até domingo.

Os dois únicos portugueses de um contingente de cinco no quadro principal – inédito em 22 edições do Estoril Open - enfrentam adversários de peso na terceira ronda, com Gil a ter a missão de defender os pontos alcançados com a final do ano passado.

Frederico Gil (62.º na tabela mundial) actua no Central com Fernando Verdasco (15.º), um esquerdino com ténis explosivo e musculado, considerado por muitos o “Cristiano Ronaldo do ténis”, que regressa ao Jamor depois de presenças em 2002 e 2003, em que não passou da ronda inaugural.

O português mais bem cotado de sempre leva vantagem nos encontros disputados em pó de tijolo nesta época, com mais de uma dezena, mas Verdasco, apesar ter apenas dois encontros (um em Acapulco, em Fevereiro, e outro em Monte Carlo há duas semanas), joga na terra batida como peixe na água.

Antes de Gil e Verdasco, João Sousa terá pela frente o canadiano Milos Raonic, em ascensão fulgurante no circuito ATP.

O fosso entre os dois no “ranking” ATP é abismal – Raonic é o 27.º e João Sousa ocupa a 254.ª posição.

A completar os oitavos de final em singulares masculinos, o argentino Carlos Berlocq mede forças com o francês Gilles Simon e o sul-africano Kevin Anderson joga com o romeno Victor Hanescu, que afastou Rui Machado na segunda-feira.

Na competição feminina, jogam-se hoje o acesso às meias-finais, com apenas três das oito cabeças de série em prova: a russa Alisa Kleybanova (primeira), a australiana Jarmila Gajdsova (segunda) e a checa Klara Zakopalova (terceira).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.