O português Gonçalo Oliveira, por lesão no braço esquerdo, e o francês Benoit Paire, com problemas respiratórios, desistiram hoje do ‘challenger’ de Braga, que vai decorrer até domingo no Clube de Ténis de Braga.

O gaulês, antigo ‘top 20’ mundial e atual 168.º classificado, retirou-se do torneio de categoria 80 do ATP Challenger Tour quando perdia frente ao ‘qualifier’ Javier Barranco Cosano, por 7-5 e 4-0, cedendo assim ao espanhol a passagem aos quartos de final.

O portuense Gonçalo Oliveira (396.º ATP), por sua vez, nem chegou a entrar em ‘court’. Desistiu ainda antes de disputar a segunda ronda, com uma mazela no braço esquerdo, e abriu caminho para a qualificação do neerlandês Jelle Sels  para a fase seguinte.

Na prova de pares, Gonçalo Falcão e João Domingues eliminaram os ‘alternates’ Peter Goldsteiner e Sebastian Prechtel, pelos parciais de 6-1 e 6-2, e marcaram encontro com os primeiros cabeças de série, Jeevan Nedunchezhiyan e Christopher Rungkat, isentos da ronda inaugural.

Apurados para a segunda ronda estão igualmente os portugueses Jaime Faria e Fábio Coelho, a jogar juntos pela primeira vez no ATP Challenger Tour, que anularam três ‘match points’ antes de derrotar Inigo Cervantes e Oriol Roca, por 4-6, 6-4 e 12-10. O próximo desafio da dupla lusa será com Timofey Skatov e Carlos Taberner.

Enquanto Henrique Rocha e Daniel Rodrigues também superaram os terceiros cabeças de série, Michael Geerts e Jelle Sels, com os parciais de 6-3 e 6-4, para garantir a manutenção em prova, Miguel Gomes, a jogar ao lado do espanhol Imanol Lopez Morillo, foi afastado na estreia pelos checos Vit Kopriva e Jaroslav Pospisil, por 6-2 e 6-4.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.