O tenista japonês Kei Nishikori, finalista derrotado da última edição do US Open, vai receber um prémio de 940 mil dólares - cerca de 730 mil euros –, de um dos seus patrocinadores (Fast Retailing), por ter atingido a final. Além deste valor, o atleta de 24 anos terá direito a mais de um milhão de euros pelo segundo lugar alcançado no torneio.

O nipónico fez história ao tornar-se no primeiro tenista originário daquele país a chegar a uma semi-final de um torneio Grand Slam (onde eliminou Djokovic por 3-1), tendo elevado ainda mais a expectativa ao participar no jogo do título.

O presidente da empresa que o patrocinou Tadashi Yanai, assegurou que o prémio é uma forma de reconhecer o trabalho desenvolvido por Nishikori:

“Queremos comemorar o feito histórico dele. Este prémio vai também demonstrar o nosso apoio por ele, que quer ser o tenista número um do mundo”, explicou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.