O tenista português João Sousa reconheceu que esteve desconcentrado na derrota de hoje com o belga Ruben Bemelmans, que ditou o seu afastamento na primeira ronda do torneio de Montpellier (França).

“Infelizmente, o jogo de hoje não correu da melhor maneira. Não consegui exibir um ténis agressivo, um ténis que tenho vindo a jogar e treinar nos últimos meses, daí a minha derrota de hoje. Estive bastante desconcentrado, com muitos pontos de ‘break’ à mistura que não consegui concretizar”, analisou o número um nacional e 33.º tenista mundial, em declarações à sua assessoria de imprensa.

Após ter chegado à terceira ronda do Open da Austrália, primeiro torneio do ‘Grand Slam’ da temporada, o vimaranense, 33.º do mundo, foi batido pelo belga, 107.º, por 6-4, 3-6 e 6-4, em uma hora e 54 minutos na primeira ronda do torneio de Montpellier.

“Ele soube aproveitar muito bem a situação e jogou a um bom nível para vencer o encontro. Sem dúvida que estou triste com a derrota, porque realmente acho que sou melhor jogador do que ele, mas o ténis tem destas coisas”, lamentou.

João Sousa frisou ainda que há que aceitar que as coisas hoje não correram bem, ver o que falhou no encontro com Bemelmans e continuar a trabalhar para que na próxima semana o torneio de Roterdão corra melhor.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.