O tenista português João Sousa destacou hoje a sua fortaleza mental na vitória sobre o espanhol Roberto Bautista Agut e perspetivou mais uma dura batalha na final do torneio de Umag, que irá disputar com Dominic Thiem.

“A final é contra um jogador que conheço muito bem. Este ano, já tive a oportunidade de jogar contra ele e treinamos muitas vezes nos torneios. Conhecemo-nos muito bem e vai ser mais um encontro difícil, mais uma batalha. Agora é tentar recuperar bem para amanhã (domingo) e tentar manter este nível de jogo”, disse o número um nacional e 51.º jogador mundial, em declarações enviadas à Lusa pela sua assessoria de imprensa.

Sousa confessou estar muito contente com a sua exibição na meia-final, em que venceu o 22.º tenista mundial, Roberto Bautista Agut, por 4-6, 6-2 e 6-3.

“Tive um primeiro ‘set’ em que tive muitas oportunidades para estar na frente do marcador. Infelizmente, não o consegui fazer e ele aproveitou a única oportunidade que teve para me fazer o ‘break’ e acabou por fechar o primeiro ‘set’. Foi difícil manter a concentração e esse querer vencer, porque estava um pouco frustrado, mas consegui estar muito estável mentalmente e fisicamente acho que estive bastante melhor do que ele”, analisou

O tenista vimaranense acredita que o facto de ter conseguido manter o nível de jogo no terceiro parcial e de o espanhol não ter sido capaz de o acompanhar fisicamente foi crucial para uma vitória frente a “um excelente jogador”.

Em Umag, Sousa vai disputar frente ao austríaco, 26.º do 'ranking, a sua segunda final de um torneio ATP este ano e a quinta da sua carreira, depois de Genebra (2015), Metz e Bastad (2014) e Kuala Lumpur, a única que ganhou, em 2013.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.