As tenistas portuguesas Michelle Larcher de Brito, 118.ª jogadora mundial, e Maria João Koehler, 126.ª, colocaram-se quinta-feira a um triunfo do quadro principal do US Open, ao somarem o segundo triunfo na fase de qualificação.
Michelle Brito bateu a cazaque Zarina Diyas, 197.ª da hierarquia, por 6-4, 5-7 e 6-4, em duas horas e nove minutos, enquanto Maria João Koehler venceu a romena Andreea Mitu, 177.ª, por 6-7 (5-7), 6-3 e 6-3, em uma duas horas e 52 minutos.
Na terceira ronda do “qualifying”, Michelle Larcher de Brito, 12.ª cabeça de série da qualificação, defronta a britânica Elena Baltacha, 224.ª do “ranking”, e caso ganhe garante a sua terceira presença no quadro principal do último Grand Slam do ano.
Em 2009, a número 1 portuguesa chegou à segunda eliminatória e em 2010 não passou da primeira.
Por seu lado, Maria João Koehler, 18.ª pré-designada do “qualifying”, precisa de bater a australiana Olivia Rogowska, 152.ª jogadora mundial, para conseguir pela primeira vez na sua carreira a presença no quadro principal do US Open.
Será o sexto jogo de Koehler em Flushing Meadows, onde já tinha participado na qualificação em 2011 e 2012.
O Open dos Estados Unidos começa segunda-feira nos “courts” de Flushing Meadows, em Nova Iorque, e Portugal já tem assegurado um representante no quadro principal, o vimaranense João Sousa, que teve entrada direta.
João Sousa, 96.º do ranking mundial, vai defrontar na primeira ronda o búlgaro Grigor Dimitrov, 29.º e 25.ª cabeça de série, segundo ditou o sorteio realizado quinta-feira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.