A dinamarquesa Caroline Wozniacki insurgiu-se contra as outras tenistas que se destacam pelos seus... gritos.

Para a líder do ranking mundial do ténis feminino, a situação devia ser vigiada pelos organizadores dos torneios. 

«Acredito que muitas jogadoras fazem isso [gritar] de propósito. Elas não o fazem durante os treinos, mas quando chegam ao jogo começam a gritar. Os diretores deveriam acabar com isso», afirmou a dinamarquesa, salientando o ruído que isso pode causar nas adversárias: «Quando elas gritam, não se consegue ouvir a batida da bola. A outra tenista pensa que vem uma bola rápida e ela vem devagar».

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.