O britânico Andy Murray, com três torneios de Grand Slam no currículo, ganhou a sua primeira partida de singulares desde o regresso após a lesão que sofreu no final de junho, contra um jovem francês que ganhou apenas 150 dólares na sua carreira, nesta segunda-feira no Challenger de Mallorca.

Eliminado na estreia em sigulares no Masters 1.000 de Cincinnati e em Winston-Salem, Murray, de 32 anos e ex-número 1 do mundo, hoje 328º, voltou à competição em pares no final de junho depois de ter passado por uma operação à anca em janeiro. Após a operação, Murray voltou aos ‘courts’ no torneio de Queen’s, vencendo a prova de pares ao lado do espanhol Feliciano Lopez.

Na segunda-feira, no Challenger de Mallorca, Murray, que tem 61 milhões de dólares ganhos ao longo da sua carreira, derrotou Imran Sibille, de 17 anos, 6-0 e 6-1.

Em Cincinnati, o duas vezes campeão olímpico foi eliminado na estreia pelo francês Richard Gasquet.

Murray, que não disputará o quadro de singulares no US Open, vai enfrentar na terça-feira, na segunda ronda da prova, o eslovaco Norbert Gombos, 115º do mundo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.