O tenista espanhol Rafael Nadal, número dois mundial, qualificou-se esta madrugada pela 13.ª vez para as meias-finais do torneio de Roland Garros, terceiro ‘Grand Slam’ do ano, ao bater o italiano Jannik Sinner, 75.º. No final da partida, o espanhol deixou duras críticas à organização da prova.

"O problema não é as horas a que saímos do court, tendo em conta que temos dois dias sem encontros. O problema, para mim, é o frio. Está frio de mais para se jogar ténis. Bem sei que no futebol os jogadores competem com condições iguais ou piores, mas o ténis não é futebol. Nós estamos mais tempo parados e é perigoso para o corpo jogar com este frio", referiu Nadal, já perto das 01h30 da manhã, em Paris, numa altura em que as temperaturas rondavam os 13ºC.

Nadal, que procura o 13.º título em Paris e igualar o recorde de 20 ‘majors’ do suíço Roger Federer, bateu o jovem transalpino em três ‘sets’, pelos parciais de 7-6 (7-4), 6-4 e 6-1, em duas horas e 49 minutos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.