O tenista australiano Nick Kyrgios, finalista vencido do Estoril Open de 2015, terá que começar a ser seguido por um psicólogo ou então vai ficar afastado dos ‘courts’ durante oito semanas, anunciou hoje o ATP.

Em causa está o seu comportamento durante o Masters 1000 de Xangai, na última semana, num encontro frente ao alemão Mischa Zverev (derrota por 6-3 e 6-1), em que perdeu pontos propositadamente, serviu de forma peculiar e discutiu com os adeptos, tendo mesmo abandonado o campo sob um forte coro de assobios.

“A conduta do Nick [Kyrgios] em Xangai foi inaceitável e desrespeitosa para a modalidade e para os seus adeptos”, disse o diretor executivo do circuito ATP, Chris Kermode.

Inicialmente, a organização multou o tenista de 21 anos em 16.500 dólares (15.000 euros), mas hoje decidiu aumentar o valor em mais 25.000 dólares (22.700 euros) e aplicar uma pena de oito semanas de suspensão, depois de ter sido dado como culpado de ter posto em causa a integridade do circuito e da modalidade.

“A suspensão será reduzida para três semanas se o jogador concordar em cumprir um plano em que será seguido por um psicólogo desportivo”, lê-se num comunicado da ATP.

Certo é que Kyrgios, que no ano passado já tinha sido suspenso um mês devido a comentários que fez sobre o suíço Stanislas Wawrinka, está proibido de competir até 07 de novembro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.