O português João Sousa avançou hoje para as finais da fase de qualificação do Open da Austrália, primeiro ‘Grand Slam’ de ténis do ano, ao vencer o australiano Marc Polmans, por 3-6, 6-0 e 6-4.

O tenista natural de Guimarães, 140.º do circuito, ficou a um triunfo do quadro principal do Open da Austrália, ao derrotar o 195.º do mundo, em uma hora e 59 minutos, juntando-se nesta fase ao compatriota Gastão Elias (216.º) que antes tinha superado o peruano Juan Pablo Varillas (128.º), pelos parciais de 7-6 (9-7), 4-6 e 6-4.

No encontro decisivo para chegarem ao quadro principal, Elias vai defrontar pela primeira vez o cazaque Timofey Skatov, 255.º da tabela ATP, e Sousa o moldavo Albot, 123.º, que venceu em três dos cinco encontros anteriores.

Já Frederico Silva, 240.º da hierarquia, ficou pelo caminho, ao perder na segunda ronda do ‘qualifying’ frente ao italiano Thomas Fabbiano, 202.º do circuito, por 6-2 e 7-5, em uma hora e 22 minutos.

João Domingues foi eliminado na primeira ronda do ‘qualifying’ e Nuno Borges foi obrigado a desistir antes de se estrear, por estar infetado pelo coronavírus responsável pela pandemia de covid-19.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.