Portugal sofreu esta quinta-feira a segunda derrota no Grupo I da zona Europa/África da Fed Cup em ténis, em Budapeste, ao perder agora com a Geórgia por 2-1.

Um dia depois da estreia no Grupo C com o desaire por 3-0 frente à Bulgária, a seleção capitaneada por André Lopes somou nova derrota, num confronto que ficou definido no terceiro encontro, o de pares.

Independentemente do resultado de sexta-feira, com a Bielorrússia, líder do Grupo C, com duas vitórias, Portugal já sabe que terá de disputar com o Liechtenstein o "play-off" de manutenção no Grupo I da zona Europa/África.

Tal como sucedeu na quarta-feira, coube a Maria João Koehler disputar o primeiro encontro de Portugal. A número 689 do circuito permitiu à Geórgia adiantar-se ao ser derrotada por Ekaterine Gorgodze, no lugar 323 da classificação do WTA, pelos parciais de 6-3 e 6-4.

No encontro seguinte, Michelle Larcher de Brito, número 120 do mundo, empatou o duelo com a vitória sobre Sofia Shapatava, 208.ª do "ranking" mundial, por 6-1 e 6-3.

No embate de pares, Larcher de Brito e Koehler acabaram por ceder o ponto decisivo para a dupla formada por Shapatava e Oksana Kalashnikova, que triunfaram pelos parciais de 7-5 e 6-4.

Com este desaire, Portugal fixou-se no último lugar do Grupo C, com duas derrotas. A Bielorrússia lidera a ‘poule’ com duas vitórias, seguida de Bulgária e Geórgia, ambas com um triunfo e uma derrota.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.