A Sérvia, do número um mundial Novak Djokovic, e a Itália qualificaram-se hoje para as meias-finais da Taça Davis em ténis e vão encontrar-se no sábado, em Málaga, Espanha.

Poucos dias depois de vencer as ATP Finals, Djokovic confirmou o triunfo da Sérvia, por 2-0, frente à Grã-Bretanha, com um triunfo sobre Cameron Norrie, 18.º da hierarquia mundial, por 6-4 e 6-4.

Sem Andy Murray, os britânicos tinham já perdido o primeiro encontro de singulares, com o sérvio Miomir Kecmanovic (55.º do mundo) a bater Jack Draper (60.º), por 7-6 (7-2) e 7-6 (8-6).

Mais cedo, a Itália, comandada por Jannick Sinner, finalista das ATP Finals, tinha vencido os Países Baixos, por 2-1.

Botic Van De Zandschulp (51.º) ainda deu vantagem aos neerlandeses, ao derrotar o italiano Matteo Arnaldi (44.º), por 6-7 (6-8), 6-3, 7-6 (9-7), num encontro em que salvou três pontos de encontro.

Sinner, quarto do mundo, começou a reviravolta transalpina, quando venceu Tallon Griekspoor, 23.º, por 7-6 (7-3) e 6-1.

Depois de vencer em singulares, o número um italiano juntou-se a Lorenzo Sonego para o decisivo encontro de pares e venceu Tallon Griekspoor e Wesley Koolhof, por 6-3 e 6-4.

Na sexta-feira, disputa-se a primeira meia-final, entre a Austrália, finalista em 2022, e a Finlândia, que afastou o campeão Canadá nos quartos de final.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.