A tenista russa Maria Sharapova, a cumprir uma suspensão de 15 meses por doping, regressou na segunda-feira aos ‘courts’ para participar num torneio de beneficência organizado pela Fundação Elton John de luta contra a SIDA.

Ao lado da jovem promessa norte-americana Taylor Johnson, de 16 anos, Sharapova começou por defrontar a dupla formada pelas ‘reformadas’ Martina Navratilova e Liezel Huber, também dos Estados Unidos.

Depois, fez equipa com o também já retirado norte-americano John McEnroe frente ao par constituído por Navratilova e Andy Roddick.

“Foi uma excelente oportunidade para ela [Taylor Johnson] e também para mim. Não estava num ‘court’ há algum tempo. Foi uma boa oportunidade de divertirmo-nos e dar umas boas gargalhadas”, comentou a russa no final do evento.

Sharapova, de 29 anos, acusou positivo o medicamento meldonium durante o último Open da Austrália, primeiro torneio do ‘Grand Slam’ da temporada, logo no início do ano.

Inicialmente, Sharapova foi suspensa por dois anos pela Federação Internacional de Ténis (ITF), por ter acusado uma substância proibida desde janeiro.

A jogadora recorreu depois para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), que reduziu o castigo para 15 meses, pelo que Sharapova poderá regressar à competição em abril.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.