Nicolas Mahut e Pierre-Hugues Herbert mantiveram hoje viva a esperança da França na final da Taça Davis em ténis, graças à vitória sobre os croatas Ivan Dodig e Mate Pavic, que adiou a decisão para domingo.

A Croácia partiu para o jogo de hoje a vencer por 2-0, depois de Borna Coric e Marin Cilic terem vencido na sexta-feira os seus duelos individuais com Jeremy Chardy e Jo-Wilfried Tsonga, respetivamente, pelo que, caso vencesse a partida de pares, conquistaria a Taça Davis, feito que persegue desde 2005.

Porém, a dupla francesa apresentou-se forte no estádio Pierre Mauroy, em Lille, e fez valer o fator casa, impondo-se aos croatas por 6-4, 6-4, 3-6 e 7-6 (7-3). Os gauleses reduzindo a desvantagem para 2-1 e adiaram a discussão do título para domingo.

O embate entre Chardy, 40.º do 'ranking' mundial, e Cilic, número sete do mundo, está agendado para as 12:00 e o encontro entre Tsonga, 259.º, e Coric, 12.º, para as 14:00.

A Croácia, finalista vencida em 2016, vai tentar reeditar o sucesso alcançado em 2005, a única vez que conquistou a prova.

Por seu turno, a França, que defende o título alcançado na final do ano passado, frente à Bélgica, vai procurar alcançar o 11.º troféu, que lhe permitiria isolar-se no terceiro lugar da galeria de campeões, atrás dos Estados Unidos (32) e da Austrália (28).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.