A tenista romena Simona Halep, número dois no ranking WTA e campeã em Wimbledon em 2019, anunciou esta segunda-feira através do Twitter que não irá participar do US Open devido aos riscos provocados pela pandemia da COVID-19.

"Depois de pesar todos os fatores envolvidos e as circunstâncias excepcionais em que vivemos, decidi que não vou viajar para Nova York para jogar o US Open", escreveu a romena, que no domingo conquistou o Torneio de Praga, ao vencer a belga Elise Mertens por 6-2, 7-5 na final.

"Eu sempre disse que colocaria a minha saúde no centro da minha decisão e, portanto, prefiro ficar e treinar na Europa. Eu sei que o USTA e WTA trabalham incansavelmente para realizar um evento seguro e desejo a todos um torneio de sucesso", conclui a tenista de 28 anos, que tem 21 títulos na carreira.

Halep é a sexta jogadora do Top 10 da WTA a desistir de participar do torneio americano, um dos quatro principais do circuito (ao lado de Wimbledon, em Inglaterra, Roland Garros em França, e o Open da Austrália).

As outras tenistas que desistiram da competição americana foram a número um do mundo, a australiana Ashleigh Barty, a ucraniana Elina Svitolina (nº 5), a canadiana Bianca Andreescu (nº 6), a atual campeã do Open dos Estados Unidos, a holandesa Kiki Bertens (nº7), e a suíça Belinda Bencic (nº8).

O US Open está marcado para ser realizado entre 31 de agosto a 13 de setembro, em Nova York.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.