A WTA definiu uma nova nomenclatura para os seus torneios, alinhada com o circuito masculino ATP, como parte da modernização da marca do principal circuito de ténis feminino, que também inclui um novo logótipo, foi hoje anunciado.

Os denominados torneios Premier Mandatory e Premier 5, as duas categorias principais após os torneios do Grand Slam, tornam-se WTA 1000. Os torneios Premier tornam-se WTA 500, os International tornam-se WTA 250 e os 125K tornam-se WTA 125.

“A WTA tem trabalhado com a ATP para estabelecer continuidade e alinhamento no ténis profissional”, disse em comunicado o órgão regulador do ténis profissional feminino, criado em 1973 sob a liderança da jogadora americana Billie Jean King.

O objetivo é “ajudar os adeptos da WTA, parceiros de negócios e os órgãos de comunicação social a envolverem-se e a seguirem o nosso desporto”, considerou a presidente do organismo, Micky Lawler.

Em abril, durante o confinamento, o tenista suíço Roger Federer expressou o desejo de ver a fusão de ambas as associações (ATP e WTA).

Atualmente, as competições de ténis profissional são gerenciadas por sete organizações: ATP, WTA, ITF (Federação Internacional), bem como cada um dos torneios Grand Slam (a Federação Australiana para o Open da Austrália, a Federação Francesa para Roland-Garros, o All England Lawn Tennis and Croquet Club para Wimbledon e a Federação Norte-americana para o Open dos Estados Unidos).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.