O tenista suíço e antigo n.º 1 mundial Roger Federer anunciou hoje que vai doar meio milhão de dólares (454 mil euros) para apoiar crianças ucranianas afetadas pelos ataques militares russos.

“A minha família e eu estamos horrorizados ao ver as imagens da Ucrânia e temos o coração partido ao pensar em todas as pessoas inocentes que foram terrivelmente afetadas. Somos a favor da paz”, declarou o atleta de 40 anos em comunicado.

A verba doada pelo vencedor de 20 torneios ‘Grand Slam’ vai ser canalizada pela fundação com o seu nome para a Organização Não Governamental (ONG) “War Child Holland”, que atua na Roménia, Moldova e outros países, apoiando a continuação da educação das crianças ucranianas refugiadas.

A Rússia lançou na madrugada de 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia.

Embora admitindo que “os números reais são consideravelmente mais elevados”, a ONU confirmou, até à data, pelo menos 780 mortos e 1.252 feridos entre a população civil, incluindo várias dezenas de crianças, na Ucrânia.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, e muitos países e organizações impuseram à Rússia sanções que atingem praticamente todos os setores, da banca ao desporto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.