O suíço Stanislas Wawrinka manteve-se hoje na luta pelo apuramento para as meias-finais do Masters de ténis, ao vencer o croata Marin Cilic, na segunda jornada do Grupo John McEnroe.

Na Arena O2, em Londres, o suíço, que tinha sido derrotado pelo japonês Kei Nishikori na primeira ronda, precisou de uma hora e 58 minutos para bater Cilic, por 7-6 (7-3), 7-6 (7-3).

Obrigado a vencer para se manter na luta pelo apuramento, Wawrinka salvou o ponto de ‘set’ no primeiro parcial, para depois vencer no ‘tie break’.

Na segunda partida, o croata chegou a quebrar o serviço ao adversário, mas permitiu a resposta a Wawrinka, que voltou a ser mais forte no desempate.

Para chegar pela quarta vez consecutiva às meias-finais das ATP World Tour Finals, Wawrinka precisa de vencer o número um mundial, o britânico Andy Murray, que apenas precisa de ganhar um ‘set’ na última jornada, e esperar pelo resultado de Nishikori frente a Cilic, que já não tem esperanças de qualificação.

No outro encontro da ‘poule’, Murray somou a 22.ª vitória consecutiva, ao derrotar Nishikori, por 6-7 (9-11), 6-4, 6-4, num encontro de três horas e 21 minutos, o mais longo a três ‘sets’ da história do Masters.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.