Os tenistas portugueses Nuno Borges e Francisco Cabral foram hoje eliminados na segunda ronda do torneio de pares de Wimbledon, terceiro 'Grand Slam' da temporada, ao perderem diante da dupla colombiana Juan Sebastián Cabal e Robert Farah.

A fazer a sua estreia em 'majors', a dupla lusa, vencedora do Estoril Open, não teve grandes hipóteses diante do par vencedor em Wimbledon em 2019 e sexto cabeça de série do torneio, perdendo pelos parciais de 7-5, 6-4 e 6-2, em duas horas e um minuto.

Com o afastamento de Borges e Cabral, a representação lusa em Wimbledon cinge-se a João Sousa, também na variante de pares, que, ao lado do australiano Jordan Thompson, vai defrontar o par que sair do encontro que opõe o norte-americano Mackenzie McDonald e o neerlandês Botic van de Zandschulp ao australiano John Peers e ao eslovaco Filip Polasek, sétimos pré-designados.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.