O Benfica venceu hoje o Fonte do Bastardo, por 3-0, no primeiro jogo da final do ‘play-off' do Campeonato Nacional de voleibol, e colocou-se em vantagem face aos açorianos no objetivo de conquistar o título de campeão.

No Pavilhão n.º 2 do Estádio da Luz, o primeiro ‘set’ foi muito disputado e também o mais espetacular, com as ‘águias' a vencerem por 28-26. Depois, no segundo ‘set’, os ‘encarnados' foram dominadores e venceram por 25-15, fechando a vitória por 3-0, novamente por 28-26, no terceiro ‘set’.

Com este triunfo, a equipa de Marcel Matz está em vantagem na final, que se decide em cinco jogos, e que os ‘encarnados' procuram vencer para revalidar o título conquistado na época 2018/2019, já que na última época não houve fase final da prova, devido à pandemia de covid-19.

O primeiro ‘set’ começou com o Fonte do Bastardo em melhor plano e a chegar aos 4-0 nos primeiros pontos. O Benfica recuperou e fez o empate a oito, antes de passar pela primeira vez para a liderança do ‘set’.

Com constantes mudanças na frente, o ‘set’ foi inevitavelmente discutido ponto a ponto: o Fonte do Bastardo liderou e parecia ter o ‘set’ controlado, mas, com André Lopes a brilhar no serviço, o Benfica deu a volta e fechou o primeiro jogo da final em 28-26.

O segundo ‘set’ teve uma história completamente diferente e a luta ‘ombro a ombro' do primeiro desvaneceu-se por completo, com o Benfica a superiorizar-se e a vencer o Fonte do Bastardo por 25-15.

Graças a um serviço apurado e a um excelente trabalho no bloco defensivo, a equipa de Marcel Matz entrou melhor, chegou rapidamente a uma vantagem robusta e a meio do ‘set’ já geria para fechar o encontro, o que acabou por acontecer com naturalidade.

O terceiro ‘set’ trouxe de volta a disputa acesa pelos pontos e o Fonte do Bastardo voltou a exibir-se ao seu melhor nível. Os açorianos assumiram a liderança desde o primeiro ponto e o Benfica voltou a ter de correr atrás do prejuízo, chegando ao empate no 15.º ponto.

Desde aí, nenhuma das equipas conseguiu destacar-se no marcador e, uma vez mais, acabou por ser o Benfica a superiorizar-se, vencendo por 28-26 o terceiro jogo da noite na Luz.

Jogo realizado no pavilhão n.º 2 do Estádio da Luz, em Lisboa.

Benfica - Fonte do Bastardo, 3-0.

Parciais: 28-26, 25-15 e 28-26.

Sob arbitragem de Pedro Pinto e Rui Reis, as equipas alinharam:

Benfica: André Lopes, Theo Lopes, Tiago Violas, Pedro Lobo, Japa, Marc Honoré e Ivo Casas (líbero). Jogaram ainda Hugo Gaspar, Rapha e Nuno Pinheiro.

Treinador: Marcel Matz.

Fonte do Bastardo: Armando Velásquez, Helder Spencer, Dennis Villalobos (líbero), Antony Gonçalves, Caíque Silva, Bruno Jesus e Gabriel Santos. Jogaram ainda: Rui Moreira, Matheus Pereira, José Neves e Federico Gómez.

Treinador: João Coelho.

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.