"Estou muito feliz, muito orgulhoso por comandar a equipa de voleibol num clube com o tamanho do Benfica. Apesar de todas as incertezas relacionadas com a pandemia, e sem saber quando vai ser o nosso regresso, estou muito feliz e sempre motivado para fazer com que a equipa renda o máximo para atingirmos os objetivos”, disse o técnico, citado pelo clube.

Marcel Matz chegou à Luz há duas épocas, conquistando logo na estreia a supertaça, o campeonato e a Taça de Portugal, e na segunda voltou a vencer a supertaça, numa época que acabou por ser cancelada devido à covid-19.

Antes da paragem das competições, em março, o voleibol do Benfica liderava o campeonato na fase regular e estava nas meias-finais da Taça de Portugal, tendo também marcado presença na Liga dos Campeões.

"Não foi uma época perdida [2019/20]. Eu valorizo muito o processo, e nós fizemos uma temporada muito proveitosa. Tínhamos uma missão em relação aos adeptos… Depois de conquistarmos o ‘triplete’ na época passada, queríamos trazer mais benfiquistas aos pavilhões e conseguimos. Há muita coisa boa… Não me vou lamentar. Foi uma época que terminou de uma forma estranha, mas há que valorizar o trabalho que está a ser feito para contornar esta pandemia. Isso é o mais importante", concluiu o treinador.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.