O piloto britânico Lewis Hamilton (Mercedes) foi hoje o mais rápido no terceiro e último dia da primeira bateria de testes da pré-temporada para o Mundial de Fórmula 1, que decorreram em Barcelona.

O sete vezes campeão do mundo, com pneus supermacios (C5) no seu monolugar, fez o seu melhor registo nos derradeiros 10 minutos da sessão da tarde de hoje, com o tempo de 1.19,138 minutos, num total de 89 voltas.

O seu companheiro de equipa e compatriota, George Russell, terminou como o segundo mais rápido, a 0,095 segundos, com pneus macios.

O mexicano Sérgio Perez (Red Bull) foi o terceiro, a 0,418 segundos, seguido do seu companheiro de equipa e campeão mundial, o holandês Max Verstappen (Red Bull), a 0,618 segundos de Hamilton.

No entanto, Verstappen, que rodou 59 voltas, optou por usar pneus médios (C3), preferindo não entrar na guerra das voltas rápidas.

Apesar de ter terminado os testes como o mais rápido, Hamilton admitiu que nem tudo foi fácil para a Mercedes, a braços com o efeito de ‘purpoising’ (instabilidade) da traseira.

“Foram dias interessantes. Não foram os testes mais fáceis. Tivemos que ultrapassar alguns obstáculos”, frisou o piloto britânico.

Hamilton admite que a Mercedes parte “um pouco mais atrás” do que equipas como a Ferrari ou a McLaren, pois “o carro é muito diferente de pilotar do que em anos anteriores, bem como os pneus”, apontou.

Os pilotos regressam à ação nos dias 10 a 12 de março no Circuito de Sakhir, no Bahrain.

O Mundial arranca em 20 de março, precisamente no circuito do Bahrain.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.