O francês Sébastien Loeb (Ford Puma) lidera o rali de Monte Carlo, prova de abertura do Mundial, após a disputa do primeiro dia completo da competição, que marca o início da era híbrida nos ralis.

Loeb, que partiu esta manhã da segunda posição, chegou à liderança na terceira especial do dia, concluindo a jornada com o registo de 1:22.49 horas, com o segundo classificado a ser o compatriota Sébastien Ogier (Toyota), a 9,9 segundos, ele que liderava à partida, esta manhã.

O britânico Elfyn Evans (Toyota Yaris) manteve a terceira posição, conquistada nas duas especiais noturnas da véspera, a 22 segundos do líder.

O dia ficou marcado pelo violento despiste do francês Adrien Formaux (Ford Puma), do qual, tanto o piloto como o navegador saíram ilesos, quando eram quartos classificados.

O carro de Formaux caiu numa ravina de 30 metros depois de ter capotado por cima das barreiras e ficou praticamente destruído.

Sébastien Loeb também sofreu problemas técnicos com a unidade híbrida do seu Puma, durante a sétima especial da prova, penúltima do dia, o que lhe custou algum tempo.

Ainda assim, o antigo campeão mundial, acabado de chegar do rali Dakar de todo-o-terreno, no qual foi segundo classificado, venceu quatro dos seis troços disputados hoje.

“Sentimo-nos bem, foi um bom dia. As primeiras especiais eram espetaculares, mas, depois, tivemos um pequeno problema no [kit] híbrido”, explicou.

O piloto natural da Alsácia, de 47 anos, regressou este ano ao Mundial a tempo parcial, pelo que se mostrou “surpreendido” pelo ritmo evidenciado.

“Foi realmente uma surpresa quando fiz o melhor tempo no 'shakedown', até porque, habitualmente, nem sou muito bom nessa especial [de aquecimento]. Mas, desde essa altura, tentámos forçar o ritmo para sentir o carro. A vantagem não é grande, mas estamos satisfeitos por liderar o primeiro dia”, concluiu Loeb.

O belga Thierry Neuville (Hyundai i20) é quarto classificado, a 47,8 segundos, com o estónio Ott Tänak (Hyundai 20) em quinto, a 56,7 segundos.

O dia ficou ainda marcado pela primeira vitória em troços do Mundial da carreira do britânico Gus Greensmith (Ford Puma), sétimo classificado da geral, a 1.08,4 minutos.

No sábado, disputa-se o segundo dia de prova, com 92,46 quilómetros cronometrados, divididos por cinco troços cronometrados.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.