Estou muito feliz, pelo país, pela equipa, pela vitória e pelo golo. Tanto chamamos a sorte que ela finalmente veio cá bater. Demorou, mas a sorte não abandona quem trabalha.

Feliz pelo país: terminar um jogo e ver a alegria e os sorrisos na cara das pessoas é das maiores recompensas que um jogador da seleção pode ter.

Feliz pela equipa: jogamos muito concentrados, foi um jogo de paciência onde todos tivemos um papel importante.

Feliz pela vitória: foi duro, ganhamos, seguimos em frente, é para isto que cá estamos.

Feliz pelo golo: sim, mas foi um país inteiro que marcou, eu fui apenas o mensageiro da vossa vontade.

Agora é continuar, com humildade, trabalho, respeito pelo adversário, concentração e muita vontade de vencer.

Acredito que Deus continua a caminhar comigo.

Obrigado pelo vosso carinho.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.