A última vez que alguém fez esta brincadeira, do Bagaço ser melhor que a Vodka, o país visado criou uma guerra.  Espero que este título não provoque uma crise diplomática, até porque não tenho nenhum interesse em ir lutar nem tenho cabedal para isso.

O FC Porto foi a Roma eliminar a Lazio

Na visão portista é mais uma demonstração de força na Europa, mais uma demonstração de que o FC Porto é a única equipa portuguesa diamante na Europa: brilha e ofusca as outras. Para os seus rivais, o FC Porto não fez mais que a sua obrigação, afinal a Liga Europa é a Segunda Liga Europeia e a Lazio era forte mas foi há 20 anos quando o Sérgio Conceição ainda jogava à bola em vez de berrar e pegar-se com os adversários nos bancos.

Quanto ao jogo começou com uma campanha de marketing muito forte das caneleiras do Otávio após uma entrada de Radu. Caneleira que resiste assim é mais forte que marfim. Fica a dica para o fabricante.

No meio disto tudo há um nome que me confunde: Ciro Imobille. O homem de Imobille não tem nada, é daquelas escolhas de nome completamente ao lado. Aposto que na altura do registo perguntaram aos seus pais qual seria o nome da criança e os pais, já uns trolls muito à frente do seu tempo pensaram:  "Ora bem, este ranhoso já que não pára quieto no berçário, vai parar no nome". E pumba, Imobille!

No jogo, Imobille não parava e faz o primeiro golo, num lance em que Diogo Costa se esqueceu que em Itália eles enfiam em qualquer buraquinho.

O FC Porto deu-se mais ao jogo e num lance em que Taremi tenta de novo convencer a Força Aérea a contratá-lo para paraquedista, cai num grande espalhafato em que só o VAR valeu ao FC Porto. Taremi não se fez rogado e empatou o jogo.

O que se seguiu foi uma demonstração de que a francesinha deste FC Porto está com um molho tão apuradinho que colocou a Pasta da Lazio a um canto, não sendo de estranhar a reviravolta no mercador através de Uribe após um passo tipo 'Picasso' de Taremi.

A LAzio acordou, forçou, mas os bravos Lusitanos iam resistindo às investidas das Legiões Romanas e Diogo Costa, que nem Viriato, ia travando tudo o que lhe surgia pela frente.

Numa altura em que uns já festejavam a vitória e outros festejavam mais uns pontos para o ranking, eis que Cataldi trai a resistência lusitana e espeta uma facada no ranking português.

O FC Porto sai de Itália com um empate que sabe a vitória e com o passaporte para os oitavos onde, tal como em Portugal, vai lutar contra um 'Lyon'!

Siga as páginas do Memes da Bola no FacebookInstagram e Twitter

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.