Foi por pouco que a melhor equipa portuguesa de CS: GO, a SAW, conquistava a edição europeia da ESL Challenger League. Mas a vitória coube mesmo à HEET, equipa que eliminou a formação portuguesa nos play offs, ficando assim em terceiro lugar. A HEET é uma equipa muito recente, formada em 2021 por organização belga, mas conta com uma equipa de jogadores franceses.

A 40ª temporada da competição viu assim uma final composta pela HEET e a equipa russa 1WIN (igualmente formada recentemente, em 2020). A equipa francesa venceu a final renhida por 3-2. Um grande feito, uma vez que a equipa tinha a desvantagem de um mapa por ter chegado à final pela Lower Bracket.

tek heet

A HEET empatou o jogo no primeiro mapa, Vertigo, por 16-5. Os russos reagiram e venceram de seguida em Overpass por 16-11, recuperando a vantagem geral. Para vencer, a equipa francesa precisava vencer os dois mapas seguintes e foi o que aconteceu, primeiro em Ancient por 16-13 e depois em Dust2 por 16-14.

A equipa garantiu assim o acesso à ESL Pro League Conference, mais uma etapa para o acesso à ESL Pro League. Amealhou ainda 20 mil dólares de prémio monetário. O terceiro lugar da SAW garantiu-lhe ainda assim o prémio de 7 mil dólares.

Do outro lado do oceano, a equipa brasileira MiBR foi a vencedora do ESL Challenger League da América do Norte. A equipa venceu a Carpe Diem por 3-1. A equipa fez uma temporada com brio, tendo apenas perdido um mapa em todo o seu percurso até à final. E a equipa não facilitou com a sua vantagem de um mapa, vencendo o primeiro encontro em Inferno por 16-13. A Carpe Diem iriam fazer o seu único tento em Dust2, vencendo por 16-9, abrindo esperança para reviravolta. Mas os brasileiros acordaram e venceram em Overpass por 16-11.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.