Ser jogador profissional de FIFA não significa apenas jogar numa equipa e tentar ganhar prémios. Há um conjunto de atividades associado ao jogo para os jogadores portugueses conseguirem manter-se unicamente ligados aos eSports. Há quem junte o pagamento dos clubes, com os prémios dos torneios, as suas próprias transmissões pessoais no Twitch ou YouTube, avaliação de equipas e outras dicas deixadas diretamente aos seus fãs, como referiu recentemente JOliveira10 em entrevista ao SAPO Desporto eSports.

A proposta de Francisco Cruz, conhecido nas lides de FIFA como Quinzas, é de um serviço de coaching aos jogadores “que queiram evoluir o seu nível de FIFA”, refere numa mensagem da sua conta do Twitter. Quinzas é, muito provavelmente, o jogador português com maior currículo de FIFA em Portugal, ao ter vencido o campeonato do mundo em 2011. Na altura, com 16 anos, foi também o mais novo vencedor do torneio mundial.

O que Quinzas propõe aos interessados é um jogo de Division Rivals ou um de FUT Champions, assim como uma partida contra o próprio, usufruindo de feedback e dicas do mesmo. “O que tens que fazer, como fazer e o que não podes fazer” são os três tópicos principais da sua oferta. No final da sessão, Quinzas fará também uma revisão e análise de um jogo à escolha do utilizador.

A proposta do atual Team Manager do Sporting CP foi rapidamente apoiada pela comunidade ligada aos eSports, que deixaram o seu testemunho das capacidades de coaching de Quinzas, como Bruno Rato, SCPDiogo e JOliveira10.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.