sAw, Vodafone Giants e Baecon GG foram as três equipas portuguesas com acesso direto ao qualificador CS: GO para o DreamHack Open Summer Fase 1 na zona ibérica. A sAw demonstrou mais uma vez a razão por que tem amealhado títulos, apesar de ser uma equipa recém-formada, porém com algumas das melhores estrelas do panorama nacional de CS: GO.

A equipa portuguesa encontrou na grande final a espanhola Movistar Riders, vencendo pelo expressivo 2-0, o mesmo resultado que tinha obtido na meia-final contra a Wygers. Já a equipa espanhola tinha chegado à final depois de ter derrotado a KPI por 2-1.

Durante o qualificador passaram nove equipas portuguesas das 16 presentes, que tinham apurado a participação através do qualificador aberto: FTW, OFFSET, Equinox, eXpolit, N2E e boas mekie estiveram presentes num sistema de brackers de eliminação única em melhor de três (Bo3). A Vodafone Giants acabaram por perder por 2-0 frente à ex-x6tence, envolvendo algumas polémicas devido a problemas de conexão. Os N2 Baecon bateram a OFFSET, mas viriam a perder com a sAw nos quartos de final, conquistando um dos poucos mapas das recentes competições que a equipa de Stadodo e Just participaram.

Para já, o DreamHack Open Summer conta com três equipas. Para além da portuguesa sAw, também a Team Heretics e Elites estão confirmadas. Há ainda uma equipa convidada e outras quatro que vão defender a sua presença num qualificador aberto. O importante torneio realiza-se a 28 de junho, estando em disputa não só duas vagas para os finalistas marcarem presença na segunda fase, como um prize pool de 10 mil dólares. A segunda fase será disputada entre 8 a 16 de agosto, com um prize pool de 90 mil dólares.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.