Com uma bancada praticamente lotada e ao rubro para a final de Counter-Strike: Global Offensive, a arena recebeu as equipas internacionais Windigo, formação búlgara no Top 20 do ranking global de CS: GO e a GamerLegion que eliminou em Lisboa os portugueses Offset e os brasileiros Furia, pedindo ao público presente que os apoiasse no derradeiro embate.

A Windigo alinhou com bubble, blocker, poizon, v1c7or e Shipz e GamerLegion manteve na formação hampus, Nawwk, HS, ScreaM e ExistenZ. A equipa búlgara escolheu o primeiro mapa, Train, enquanto a sua rival alemã optou por Dust 2 para o segundo jogo. A partida de desempate seria no Overpass.

Os búlgaros Windigo entraram com tudo, vencendo a ronda de pistolas e amealhando os primeiros quatro pontos. O primeiro tento da GamerLegion surgia na quinta ronda, mas a Windigo estava disposta a meter respeito na sua “casa” e dilatou para 7-1 o resultado. Os alemães puxaram e diminuíram para 8-3, mas a diferença da pontuação ainda era elevada. A equipa búlgara queria resolver o primeiro mapa rapidamente e dilatou para 14-3, com v1c7or a destacar-se repetidamente como MVP. Não foi preciso esperar muito pelo match point, com a Windigo a fazer “gato-sapato” com a sua adversária. A equipa somaria o derradeiro ponto, estabelecendo a primeira vitória no sue mapa por 16-3.

O segundo mapa Dust 2, arrancou com a vitória nas pistols pela Windigo, mas o empate deu-se de seguida, anulando a vantagem monetária, dando alento à formação alemã que passou para a frente nas rondas seguintes, registando 1-3. Este mapa revelava-se equilibrado, mas a Windigo voltou para a frente do marcador, por 6-3. v1c7or continuava a carregar a equipa, chegando a matar quatro adversários numa ronda e habilitar-se a ser o MVP do torneio. A primeira parte do mapa fecharia com o resultado 9-6 para a Windigo.

A nova ronda de pistolas foi amealhada pela GamerLegion, prometendo voltar à partida, mas a Windigo cortou-lhe o mal pela raiz e anulou a vantagem monetária e registando 13-7 nos embates seguintes. Faltavam apenas três rondas para a equipa búlgara se sagrar a grande vencedora do evento. Mas será que a GamerLegion estava disposta a conceder o “ouro ao bandido”?

windigo

A Windigo ficou galvanizada com a vantagem e registou os dois pontos seguintes, garantindo o match point, ou melhor oito match points para vencer a partida. A GamerLegion ainda reduziu a diferença para 15-8, mas a Windigo viria a sagrar-se a grande vencedora do MOCHE XL ESPORTS por 16-8.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.