O Benfica foi goleado este sábado pelo Arsenal por 5-2 no segundo jogo do Troféu Emirates. No quinto jogo particular dos 'encarnados' esta pré-temporada, a equipa de Rui Vitória adiantou-se no marcador por Franco Cervi, mas Theo Walcott com dois golos em dez minutos colocou o Arsenal na frente pela primeira vez no jogo. Antes do intervalo, Salvio conseguiu empatar, mas no segundo tempo, um auto-golo de Lisandro López abriu a porta para a goleada dos 'gunners' com Giroud e Iwobi a fixar o marcador em 5-2.

No regresso à Emirates Cup, Rui Vitória manteve apenas quatro jogadores titulares na equipa do Benfica em relação ao jogo com o Hull City. Júlio César, Eliseu, Luisão e Buta 'repetiram' a titularidade com os regressos de Jardel, Felipe Augusto, Pizzi, Salvio, Cervi, Jonas e Seferovic.

A jogar em casa, a equipa do Arsenal entrou melhor no jogo e começou por criar muitas dificuldades à formação de Rui Vitória, mas Júlio César impediu o golo inaugural dos 'gunners' com uma intervenção de recurso aos 4 minutos a negar o golo a Giroud.

O Benfica reagiu bem à pressão exercida pelo Arsenal e aos 11 minutos abre o marcador por intermédio de Franco Cervi após uma excelente combinação entre Pizzi e Jonas. O extremo argentino recebeu a bola no coração da área e com um remate de pé esquerdo bateu Ospina.

Em desvantagem no marcador, o Arsenal reagiu através de lances de contra-ataque com Theo Walcott em destaque. O internacional inglês acabaria mesmo por empatar aos 24 minutos após uma jogada de Kolasinac no lado esquerdo da defensiva encarnada.

Com o empate, o Arsenal galvanizou-se e foi à procura do golo da reviravolta, que acabaria por surgir aos 32 minutos após uma excelente jogada entre Kolasinac e Coquelin no lado esquerdo que culminou numa assistência para Theo Walcott fazer o 2-1.

A cinco minutos do intervalo, o Benfica conseguiria o golo do empate por intermédio de Salvio. Maitland-Niles fez um mau alívio na defensiva londrina e colocou o esférico nos pés de Pizzi, que aproveitou para lançar Jonas no ataque. O brasileiro assistiu Salvio, que na direita rematou para a igualdade.

No segundo tempo, Rui Vitória lançou Lisandro López no jogo e retirou Jardel como companheiro de Luisão na defensiva 'encarnada'. O Benfica até criou a primeira situação de perigo aos 49 minutos, mas Seferovic não deu o melhor seguimento ao passe de Salvio e rematou ao lado.

Aos 51 minutos, o Arsenal voltaria para a frente do marcador com um auto-golo de Lisandro López. O defesa central argentino tentou cortar um cruzamento no lado direito da área de Theo Walcott, mas acabou por 'trair' Júlio César e fazer o 3-2.

A perder por 3-2, Rui Vitória fez três substituições ao lançar no jogo Rafa, Grimaldo e Chrien para os lugares de Jonas, Eliseu e Cervi e a produção do Benfica ressentiu-se.

Aos 64 minutos, Giroud aproveitou um cruzamento de Reiss Nelson na direita para fugir à marcação de Buta e apontar o 4-2.

Com dois golos de desvantagem, o Benfica sentiu muitas dificuldades para ter posse de bola, e o Arsenal aproveitou o embalo do golo de Giroud para dilatar o marcador por Iwobi aos 70 minutos.

Até ao apito final, o Benfica esteve perto de reduzir por intermédio de Pizzi, mas o remate do número 21 dos 'encarnados' acabou por ser travado por Ospina aos 72 minutos.

Num torneio em que, além dos três pontos por vitória e um por empate, é atribuído um ponto por cada golo marcado, a Arsenal lidera a classificação, com oito pontos, enquanto o Sevilha, de Espanha, é segundo com quatro, depois de ter batido os alemães do Leipzig, por 1-0, e o Benfica é terceiro, com dois.

A Emirates Cup termina no domingo, com os jogos Leipzig-Benfica, às 14:00, e Arsenal-Sevilha, às 16:20.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.