A Federação Angolana de Futebol (FAP) garantiu hoje a continuidade do treinador português Pedro Gonçalves no comando da seleção angolana de futebol.

A informação foi avançada pelo vice-presidente da FAF José Carlos Miguel que disse ainda que, apesar do apuramento da seleção angolana de futebol para o Mundial Qatar2022 estar comprometido, o trabalho que tem sido desenvolvido por Pedro Gonçalves dá garantias para o futuro.

“A direção da FAF não tem qualquer plano para se desfazer do professor Pedro Gonçalves, apesar de não termos bons resultados no campo, mas, do ponto de vista de inserção de novos jogadores e reestruturação da seleção, acreditamos que o trabalho está a ser feito e nos dá garantias de um futuro melhor, portanto, vamos continuar com o trabalho desenvolvido pelo professor Pedro Gonçalves”, disse.

A confirmação surge dias depois de se especular que, em consequência dos maus resultados da seleção angolana de futebol, na corrida ao Mundial Qatar2022, a FAF pretendia rescindir o contrato com o treinador.

Em 10 jogos no comando da seleção angolana de futebol, o treinador português venceu dois, perdeu sete e empatou um.

Na corrida ao Mundial, Angola soma três pontos em quatro jogos e está em último no grupo F, com o Gabão em terceiro com quatro, o Egito, que lidera, com 10, e a Líbia, que é a segunda classificada, com seis.

Pedro Gonçalves e 'pupilos' voltam a jogar em 11 de novembro, em Luanda, diante do Egito, seleção com que perderam na primeira jornada, por 1-0, e encerram a fase de grupos, três dias depois, quando visitarem a Líbia, com quem também perderam na segunda jornada, pelo mesmo resultado.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.