O Sevilha recordou o seu antigo futebolista Diego Armando Maradona, que morreu hoje aos 60 anos, considerando que o argentino vai ser lembrado "assim no céu como na terra".

"Así en el cielo como en la tierra... Diego Armando Maradona", escreve simplesmente o Sevilha no Twitter, numa primeira reação à morte de Maradona.

Maradona passou pelo Sevilha na temporada 1992/93, marcando oito golos em 29 encontros na sua despedida da Europa, após cumprir uma suspensão por doping e antes de regressar definitivamente à Argentina.

O clube andaluz lembra também o "eterno Diego" com algumas fotos da sua passagem por Sevilha, às quais junta alguns versos da música "La Mano de Dios" do cantor argentino Rodrigo: "Y todo el pueblo cantó/Marado, Marado/Nació la mano de Dios/Marado, Marado/Sembró alegría en el pueblo/Llenó de gloria este suelo".

"Não me importa o que fizeste na tua vida. Importa-me o que fizeste na minha", escreveu Monchi, diretor desportivo do Sevilha, relembrando uma tarja que foi colocada no regresso de Maradona ao Boca Juniors.

Maradona, considerado um dos melhores futebolistas da história, morreu hoje na sua residência, na Argentina, aos 60 anos, anunciou o seu agente e amigo Matías Morla.

Segundo a imprensa argentina, Maradona, que treinava os argentinos do Gimnasia y Esgrima, sofreu uma paragem cardíaca na sua vivenda na província de Buenos Aires.

A sua carreira de futebolista, de 1976 a 2001, ficou marcada pela conquista, pela Argentina, do Mundial de 1986, no México, e os dois títulos italianos e a Taça UEFA arrebatada ao serviço dos italianos do Nápoles.

Acompanhe o Especial do Adeus a Maradona no SAPO Desporto

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.