O memorando de entendimento assinado na terça-feira para centralizar os direitos televisivos no futebol profissional até 2027/28 é "uma boa notícia", afirmou hoje o secretário de Estado da Juventude e do Desporto.

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) assinaram na terça-feira um memorando de entendimento para concretizarem a centralização dos direitos televisivos até 2027/28, anunciaram hoje os dois organismos.

"O que hoje é anunciado é uma boa notícia, porque é já um entendimento espontâneo, não forçado pela legislação", disse o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, que falava aos jornalistas após uma visita a uma estrutura de retaguarda de combate à covid-19, instalada no Hospital Militar de Coimbra.

O secretário de Estado recordou que o Governo está a preparar legislação no sentido de garantir a centralização da venda dos direitos de transmissão televisivos, sendo que o diploma está finalizado e deverá ir "dentro de poucas semanas" a Conselho de Ministros para ser aprovado.

Este acordo, aprovado pelas direções dos dois organismos, visa criar uma sociedade, nos próximos meses, tendo "como único propósito" a "gestão do processo de negociação centralizada dos direitos de transmissão televisiva das competições profissionais".

"A FPF e a LPFP consideram que a gestão centralizada dos direitos de transmissão televisiva constitui uma ferramenta nuclear para um desenvolvimento acelerado do futebol profissional em Portugal", lê-se no comunicado divulgado no sítio oficial da FPF na Internet, acrescentando que este trabalho "terá, como não poderia deixar de ser, o permanente envolvimento das sociedades desportivas participantes nas competições".

Os dois organismos que regem o futebol e as competições profissionais da modalidade "acreditam que, no limite, até 2027/2028, esta transformação estará concluída".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto