A possibilidade de até cinco substituições e a inclusão de 23 futebolistas na ficha de jogo serão permitidos em várias competições da UEFA, desde a Liga das Nações, até à Liga dos Campeões ou à Liga Europa.

“Serão permitidas até final da época até cinco substituições para todos os jogos da Liga das Nações, ‘play-offs’ de qualificação para o Europeu, qualificação para o Europeu feminino, Liga dos Campeões, Liga Europa, Liga dos Campeões feminina”, indicou o organismo do futebol europeu.

Em período de pandemia da covid-19, a UEFA informou ainda que nas fichas de jogo é autorizado que conste até um número máximo de 23 jogadores.

A UEFA anunciou também mudanças em relação à Youth League, competição em que o Benfica perdeu agosto pela terceira vez uma final, diante do Real Madrid (3-2), com os ‘merengues’ a sucederem no título europeu de juniores ao FC Porto.

A competição, que no seu início replicava a fase de grupos dos seniores na ‘Champions’ e tinha ainda um caminho dos não campeões, será disputada esta época apenas a partir de março, com 64 equipas numa fase a eliminar.

“A competição terá um formato de eliminação direta, numa eliminatória de 64 equipas”, adiantou a UEFA, explicando que o seu comité executivo aprovará brevemente os detalhes finais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.