O tenista sérvio Novak Djokovic, atualmente no sexto lugar do ranking ATP, desistiu de participar no Masters 1000 de Montreal, devido à obrigatoriedade em ter a vacina contra a covid-19, anunciou hoje organização do torneio canadiano.

Ao não estar vacinado, Djokovic está logo impedido de entrar no Canadá, visto que o país exige a vacinação para pessoas que queiram aceder ao território, e, por essa razão, confirmou hoje a sua ausência do torneio de Montreal.

Isto pode indicar que o antigo número um mundial deverá falhar o US Open, a quarta e última prova da temporada do Grand Slam, precisamente porque os Estados Unidos também exigem um comprovativo de vacinação à covid-19 para entrar no país.

Em 2022, igualmente por causa da questão da vacinação, Djokovic ficou de fora do Open da Austrália, primeira prova do Grand Slam, mas, meses mais tarde, conquistou o Torneio de Wimbledon, em Inglaterra.

O Masters 1000 de Montreal arranca na segunda-feira, enquanto o US Open vai decorrer de 29 de agosto a 11 de setembro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.